Entenda como o novo livro de J.K. Rowling foi descoberto

No sábado passado eclodiu na rede a notícia de que J.K. Rowling havia publicado em Abril um novo romance chamado The Cuckoo’s Calling, mas sob pseudônimo de Robert Galbraith.

O jornal The New York Times contatou o editor do britânico The Sunday Times, Richard Brooks, que divulgou como o segredo da autora foi descoberto, e como ela conseguiu se esconder por dois meses e meio.

Tudo começou no Twitter. Depois que um colega de Richard comentou que tinha adorado “The Cuckoo’s Calling” e que ele não parecia ter sido escrito por um autor iniciante.
Depois da meia-noite, ele recebeu uma resposta de uma conta anônima dizendo que não se tratava de um autor iniciante, fora escrito por J.K. Rowling. Então meu colega tweetou de volta e disse: ‘Você tem certeza disso?
O anônimo respondeu “eu apenas sei”. Em poucos minutos, todos os tweets dele (ou dela) haviam sido apagados e a conta fechada. Feito isso, a curiosidade do The Sunday já havia despertado, e daquele momento em diante, Brooks agiria clandestinamente, sem alertar a editora ou agente de Rowling.

O trabalho de detetive começou quando encontrou muitas semelhanças entre Morte Súbita e Cuckoo’s Calling. Ambos os livros compartilhavam do mesmo agente e editora. Muito desconfiado, começou a ler o livro.
Ninguém que estava no exército (segundo consta na biografia do autor) e que agora trabalhava na segurança civil poderia escrever um livro tão bom como esse.
Em seguida, enviou cópias de “The Cuckoo’s Calling”, “Morte Súbita” e o último livro de Harry Potter para especialistas em linguística que encontraram semelhanças significativas entre eles. Brooks também observou que Cuckoo’s Calling continha algumas frases em latim, como os livros de Harry Potter, e que foram descritas cenas de consumo de drogas, como em Morte Súbita.

Na sexta-feira à noite o editor decidiu contatar a própria autora.
Eu enviei um e-mail com uma pergunta contundente: ‘Eu acredito que Robert Galbraith é de fato J.K. Rowling, e gostaria de pedir uma resposta direta.’ Na manhã de sábado, um porta-voz de Rowling disse que ela tinha “decidido confessar”.
E agora, J.K. Rowling está de volta ao mercado literário, com um novíssimo romance criminal. Reagan Arthur, editor da Little Brown, comentou que a empresa “está feliz e orgulhosa” pelo resultado do novo romance.
A reedição do livro está a caminho e vai levar uma biografia do autor revisada, onde se lê “Robert Galbraith é um pseudônimo de J.K. Rowling.”
A companhia disse que planeja publicar um segundo livro no próximo verão, e, ao que tudo indica, vem por aí uma série totalmente nova escrita pelo “Sr. Galbraith”.

Em menos de 24 horas depois que o segredo foi revelado, o livro já encabeçava a lista de best-sellers da Amazon, tanto na Grã-Bretanha quanto nos EUA.

Comentários: (0) »

Postar um comentário

 

FILME DA SEMANA

Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge

Oito anos se passaram após os acontecimentos de The Dark Knight. Batman não é visto desde que assumiu a culpa pelos crimes do Promotor Público Harvey Dent, seu alterego Bruce Wayne se tornou um recluso, e as Empresas Wayne começam sua derrocada após investir em um projeto de energia por fusão da executiva Miranda Tate - que acabou cancelado após Bruce descobrir o potencial bélico do reator. Por outro lado, com a nova Lei Dent, o Comissário Jim Gordon e a polícia de Gotham City acabaram com o crime organizado ao permitir que seus chefes fossem presos sem julgamento.

Leia mais.

O BLOG

O Pottermaníaco é produzido por fãs da série Harry Potter, a qual reservam-se todos os direitos à Warner Bros., Editora Rocco e J.K. Rowling. Com o objetivo de informar os fãs brasileiros, atualizamos o blog diariamente com notícias sobre as gravações dos novos filmes, divulgação de fotos e detalhes sobre a vida da autora (Rowling) e do elenco principal. Notícias retiradas do Oclumência, ScarPotter e Potterish. Blog sem fins comerciais. Desde 2009.


Saiba mais.

LIVRO DA SEMANA

A Dança dos Dragões

A Dance with Dragons seria, originalmente, o quarto romance da série, destinado a cobrir um longo período de tempo na história. No entanto, durante o processo de escrita, Martin percebeu que, para preencher esta lacuna, a obra estava tendo uma dependência excessiva de flashbacks; depois de algum tempo de trabalho, o autor decidiu abandonar o que já havia sido escrito e começar de novo, desta vez iniciando imediatamente após o final do terceiro livro, A Storm of Swords. A obra foi renomeada, passando a se chamar A Feast for CrowsA Dance with Dragons passou a ser, então, o quinto romance da saga.

Leia mais.